• Luiza Camargo

Quantos tipos de fomes nós temos?


Parou para pensar em quantas influências temos para comer?

Nos alimentamos por diversos estímulos diferentes, como os sensoriais (visão, olfato, audição, tato e paladar), e também podemos adicionar os pensamentos, as emoções, o estômago e o corpo (células).

Uau! São muitos estímulos e vários se unem para reforçar a fome. Vou dar alguns exemplos…

Já ouviu a expressão “comer com os olhos”?


E, quando entramos em uma cafeteria com o cheiro de café, é difícil de resistir, não é?

Ou quando alguém nos conta o que comeu, já começamos a salivar…

Quando comemos, várias são as influências para as escolhas alimentares. E estar ciente do que causa a escolha pode lhe ajudar a decidir se é isso que você quer ou é um impulso do momento.

Você terminou de almoçar e está satisfeita e tranquila, de repente o garçom chega com o carrinho de doces para você ver. Rapidamente, pede uma sobremesa e nem se dá conta de que seu estômago disse que chega de comida!

O Mindful Eating, Alimentação Consciente, nos auxilia a identificar e perceber essas fomes, pensamentos, emoções e sensações.

Outro ponto a ser considerado são os significados que a comida recebe, como calmante, recompensa, distração, procrastinação, sedução e até punição.

Quantas vezes você já se convenceu de que precisava de um doce, pois havia trabalhado muito (recompensa)? Acabamos comendo rápido e sem nem perceber. Um outro exemplo é quando não queremos fazer uma tarefa e acabamos comendo para procrastinar e enrolar. É a fome da mente lhe atraindo para um prazer momentâneo com a comida.

Quando estamos cientes destes significados, podemos identificar a nossa real necessidade, negociar conosco e decidir o que fazer. Se é uma recompensa por ter trabalhado muito, talvez sair com amigos, dar uma volta com o cachorro, conversar com um amigo, correr no parque, enfim, a atividade que preferir.

Pode escolher comer algo também e usufruir deste momento, notando o sabor, aroma, cor, forma, textura do alimento. Estar presente e ciente do momento é um dos princípios do Mindful Eating.

Vamos praticar?

O Mindful Eating nos ensina a perceber e respeitar nossas fomes e dialogar com elas.

Na próxima refeição, note suas fomes (olhos, nariz, ouvido, tato, boca, estômago, células, mente e coração) antes, durante e após a refeição. Perceba quais tiveram maior influência na sua escolha, se todas foram atendidas e como se sente após ter comido.

Boa prática!

Artigo publicado no Eu sem fronteiras:

https://www.eusemfronteiras.com.br/quantos-tipos-de-fomes-nos-temos/

Referência:

BAYS, J. C. Mindful Eating. Shambhala, 2009.

#alimentaçãoconsciente #mindfuleating

0 visualização

Siga Luiza Camargo Mendes:

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon